Você está navegando por: Notícias Brasil
Assine o nosso Feed de Brasil

Casal faz greve de fome há 21 horas em Teresina contra reforma da previdência.

Publicada em 13 de Dezembro de 2017 às 20h40 Versão para impressão

Dois agricultores começaram uma greve de fome por tempo indeterminado nesta terça-feira (12), como protesto contra a Reforma da Previdência, em tramitação no Congresso Nacional. Os dois sentaram no saguão do Aeroporto Senador Petrônio Portella, em Teresina.

» Siga-nos no Twitter

Liria Aquino, de 29 anos, e Leonardo Machado, de 23 anos, começaram a greve de fome às 15h de terça-feira (12). Eles são da cidade de São João da Varjota, a 292 km de Teresina, e membros do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA).
A coordenadora da entidade, Francisca das Chagas Silva, disse que o protesto se soma a outros três membros do MPA, que estão há nove dias em greve de fome em Brasília (DF). “Esse protesto é para dizer que a gente não aceita a retirada dos direitos da classe trabalhadora”, declarou a coordenadora do MPA.
Francisca disse que trabalhadores rurais de estados como Santa Catarina, Sergipe, Paraíba, Rondônia e Rio Grande do Sul também aderiram ao movimento. Segundo ela, as greves de fome podem continuar mesmo após a votação da Reforma da Previdência, caso o projeto seja aprovado pelos deputados federais.
O aeroporto de Teresina foi o local escolhido para a greve de fome por ser um ponto estratégico pela visibilidade e trânsito de autoridades. Ainda segundo Francisca das Chagas, o movimento ainda não recebeu nenhuma resposta de parlamentares.
Fonte: globo  |  Edição: Claudete Miranda

Veja também

Comentários (0)

  • Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro.

Comentário

Comente

adsense
Publicidade FIEPI
Publicidade FSA
Publicidade OZONTEC
Publicidade PUBLICIDADE
Publicidade Assembléia Legislativa (ALEPI)