Construção civil demitiu cerca de três mil nos primeiros meses de 2015 no PI.

Publicada em 14 de Julho de 2015 às 14h42 Versão para impressão

 A construção civil, setor da indústria que mais emprega no Piauí, demitiu somente nos primeiros quatro meses de 2015 cerca de três mil colaboradores. A informação foi dada nesta terça-feira (14) pelo diretor da Federação das Indústrias do Piauí (Fiepi), Freitas Neto, durante entrevista ao Bom Dia Piauí.
Segundo ele, além da conjuntura nacional de juros altos, os financiamentos da Caixa Econômica que financiam a construção civil estão diminuindo cada vez mais e as obras do Programa de Aceleração de Crescimento (PAC) estão paralisadas no estado. O diretor destacou que um conjunto de fatores está prejudicando o setor.
"A indústria se recente no Brasil todo. São problemas como burocracia, impostos muitos altos, logística e infraestrutura do país muito ruins. Por isso que a indústria, de alguns anos para cá, vem perdendo importância na sua participação no PIB do país, cada vez ela recua e participa menos em função do ambiente que não é favorável", disse.
Segundo ele, cerca de 50% das empresas industriais no país já demitiram e 42% tomaram providências para reduzir a despesa de pessoal, como dar férias coletivas e reduzir a jornada de trabalho. Os dados citados por Freitas Neto são de uma sondagem industrial feita pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

» Siga-nos no Twitter

Fonte: globo  |  Edição: Da Redação

Veja também

Comentários (0)

  • Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro.

Comentário

Comente

adsense
Publicidade PUBLICIDADE
Publicidade FIEPI
Publicidade Assembléia Legislativa (ALEPI)
Publicidade OZONTEC
Publicidade FSA