FANI EXIBE SILHUETA APÓS PERDER 23KG E REVELA: 'JÁ DEI TOCO EM ROMÁRIO E RONALDO FENÔMENO'

Publicada em 06 de Julho de 2018 às 09h01 Versão para impressão

Em clima de Copa do Mundo, Fani mostrou, de verde e amarelo, as novas curvas após perder 23 quilos. A musa, que atualmente pesa 62kg, entrega que não entende nada de futebol, mas não pensa duas vezes na hora de eleger o muso da nossa seleção. Errou quem apostou em Alisson. Fani, acredite, nem tinha ouvido falar do goleiro bonitão.

» Siga-nos no Twitter

"Acho o Neymar bonito. Nunca o vi pessoalmente e, se ele não estivesse com a Bruna (Marquezine), seria o único craque que eu ficaria”, diz, avisando: “Não é para a Bruna ficar com ciúme, porque eu adoro ela e não vou chegar perto do Neymar".




Dos jogadores brasileiros, Fani só teve contato mesmo com dois das antigas. “Já dei toco em Romário e Ronaldo Fenômeno. Romário chegou em mim antes de eu ser famosa, numa micareta no Cabofolia, e outras vezes depois da fama. Mas ele não me atrai. E o Fenômeno, no camarote de uma balada na época em que fiz a ‘Playboy’ com a Natalia (Casassola, a ex-BBB). Eles fazem zero o meu estilo. Até porque, a forma de abordagem foi deselegante, nada foi legal. Além disso, eu nem acho eles bonitos ou atraentes”, revela: “Não sou Maria Chuteira. Acham que eu fui pegadora, mas já dei toco em muitos famosos e nunca fiquei com nenhum jogador de futebol, pagodeiro e sertanejo”.

Fani lembra que já viveu um amor em plena Copa do Mundo, na adolescência, em Nova Iguaçu, quando reencontrou um ex-namorado em um jogo do Brasil. "Nos beijamos na hora do gol. Voltamos, mas duas semanas depois ele morreu num acidente de moto".




Com o Brasil ganhando ou não essa Copa, a loira só tem motivos para comemorar. "Estou feliz com o meu corpo de agora, pois me aceitei magra. Eu não estava feliz na transição de gordinha para magra, porque eu não estava me sentindo bem comigo mesma. Agora que eu estou vestindo tamanho 38, estou me sentindo linda. Minha saúde está bem, estou saudável, inclusive mentalmente, e vou voltar a malhar para ganhar massa magra".

Fani esclarece que teve que emagrecer por orientação médica e admite que tomou remédio para perder peso: "Eu estava com síndrome metabólica, e para controlá-la e não ficar diabética, eu tive que emagrecer. Consegui emagrecer tomando remédio. Avisei à médica que eu só ia conseguir emagrecer se ela me desse um remédio. Ela me deu um remédio para resistência insulínica, e o efeito colateral desse remédio era emagrecer. O remédio me deixava com a sensação de estômago cheio, por isso emagreci".

Fonte: globo  |  Edição: Da Redação

Veja também

Comentários (0)

  • Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro.

Comentário

Comente

adsense
Publicidade PUBLICIDADE
Publicidade OZONTEC
Publicidade FSA
Publicidade FIEPI