Você está navegando por: Notícias Piauí
Assine o nosso Feed de Piauí

Frota de ônibus é 100% paralisada por falta de repasse da prefeitura em Teresina.

Publicada em 21 de Junho de 2018 às 10h18 Versão para impressão

Motoristas e cobradores do transporte público de Teresina paralisaram as atividades deste às 0h desta quinta-feira (20). Segundo o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Fernando Santos, explicou que a falta de repasse da prefeitura às empresas estaria impedindo o pagamento dos salários. Colabores se reuniram com os empresários para tentar negociar, mas a paralisação está mantida até que a categoria receba o pagamento.

» Siga-nos no Twitter


Os rodoviários afirmam que não receberam o pagamento que deveria ter sido feito nessa quarta-feira (20) e os empresários prometem efetuar o pagamento até meio dia desta quinta-feira (21).

O empresário Edmilson Carvalho, proprietário da Transcol, empresa de transportes coletivos, explica que sem o repasse da prefeitura não é possível efetuar os pagamentos.

“O repasse da prefeitura que está atrasado. Atrasou em 2015 e 2016, estão colocando em dias. Mas o ano de 2017 não saiu nada ainda, 2018 também não. E a receita do passageiro não é suficiente para cobrir porque parte dela é paga pela prefeitura, se ela não repassa não é possível honrar com os compromissos”, explicou.

A categoria decidiu manter a paralisação até que os empresários façam o pagamento. “Era para a gente ter recebido ontem e todos nós temos compromissos. Todo o mês está assim. Então nós resolvemos cruzar os braços atrás dos nossos direitos", afirmou Francisco das Chagas Oliveira, vice-presidente do sindicato da categoria.

Em nota, a prefeitura de Teresina informou que ficou definido que o pagamento será efetuado e que uma reunião nesta quinta-feira deve consolidar o acordo. Já o Setut informou, também em nota, que, em virtude do acordo, acredita que não haverá paralisação.

Notas na íntegra:
Prefeitura de Teresina
Após acordo, paralisação dos trabalhadores do transporte público da capital ficará suspensa. Na tarde desta quarta-feira, representantes da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Teresina (Setut) e Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Rodoviário do Piauí (Sintetro) se reuniram no Tribunal Regional do Trabalho para negociar o pagamento dos salários dos trabalhadores que operam no transporte público da capital. A reunião foi coordenada e mediada pelo desembargador do TRT, Manoel Edilson. No encontro, ficou definido que será efetuado o pagamento dos servidores e uma nova reunião foi agendada para às 8 horas desta quinta-feira, para consolidar o acordo.


Setut
Após reunião realizada na tarde desta quarta-feira, dia 20, no Tribunal Regional do Trabalho, a Prefeitura Municipal de Teresina se comprometeu a fazer o repasse para as empresas prestadoras do serviço de transporte público, para que as mesmas realizem o pagamento do adiantamento do dia 20 dos motoristas e cobradores. Dessa forma, acredita-se que não haverá paralização dos rodoviários.
Fonte: globo  |  Edição: Da Redação

Veja também

Comentários (0)

  • Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro.

Comentário

Comente

adsense
Publicidade FSA
Publicidade PUBLICIDADE
Publicidade OZONTEC
Publicidade FIEPI
Publicidade Assembléia Legislativa (ALEPI)