Você está navegando por: Notícias Geral
Assine o nosso Feed de Geral

Em áudio enviado depois de presa, namorada do Dr. Bumbum reclama com o médico.

Publicada em 24 de Julho de 2018 às 01h27 Versão para impressão

Um áudio obtido com exclusividade pelo Jornal Nacional mostra a namorada do médico Denis Furtado se comunicando com ele depois de presa. Na gravação, Renata Fernandes Cirne se queixa que o médico ainda não se apresentou à polícia enquanto ela e a técnica de enfermagem Rosilene Pereira da Silva estavam havia quase 24 horas na delegacia.

» Siga-nos no Twitter

Silva estavam havia quase 24 horas na delegacia.

Denis foi preso por envolvimento na morte da bancária Lilian Calixto na última quinta-feira (19) - ele e a mãe foram indiciados por homicídio culposo. Renata foi detida no domingo (14). Rosilene chegou a ter a prisão pedida, mas não ficou presa.

"Amor, sério, eu tô muito chateada. Você deixou eu e a Rosi aqui, entendeu, você nem veio pra se apresentar, a gente tá aqui na delegacia há mais de 24 horas com a mesma roupa", disse Renata.

Um vídeo feito por uma amiga de Lilian que também fez o procedimento de bioplastia nos glúteos que a bancária fez horas antes de ser morta mostra o envolvimento da namorada do médico nos procedimentos. Na gravação, Renata aparece manipulando o material que seria usado.

"Você manda suas fotos, de perfil, de costas e tal. Ela mesmo fez minha avaliação. 'Você tem que por tantos mls, e o valor é tanto' e pronto. Eu fiz o deposito na conta da Renata", disse a paciente.

Nas últimas mensagens trocadas com a amiga, enquanto fazia o preenchimento na casa de Denis, Lílian escreveu que estava feliz com o resultado, que sentia dor na perna e que iria começar o procedimento no outro lado dos glúteos.

O Jornal Nacional também teve acesso ao telefonema de Denis para um amigo da família de Lilian comunicando a morte dela. "Eu não consigo compreender como, mas a senhora lilian teve um infarto e faleceu essa madrugada. Eu tô desolado aqui, eu tô... cara, você não imagina. Eu tô acabado! Eu tô acabado, eu tô uma pilha aqui", disse o médico.

Laudo ainda inconclusivo
O laudo do Instituto Médico Legal (IML) sobre a morte de Lílian Calixto é inconclusivo e a causa da morte ainda é indeterminada. A bancária morreu no dia 15 de julho após passar por um procedimento estético com o médico Denis Furtado, conhecido como Doutor Bumbum. O RJ2 teve acesso com exclusividade ao conteúdo do relatório nesta segunda-feira (23).

Os médicos-legistas pediram que sejam feitos exames complementares para que haja uma conclusão. Além disso, eles solicitaram que a polícia peça o prontuário médico do hospital para analisar todas as possibilidades. O médico e a mãe, além de duas funcionárias, são apontados como responsáveis pela morte de Lilian.

Fonte: globo  |  Edição: Da Redação

Veja também

Comentários (0)

  • Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro.

Comentário

Comente

adsense
Publicidade Assembléia Legislativa (ALEPI)
Publicidade FSA
Publicidade PUBLICIDADE
Publicidade FIEPI
Publicidade OZONTEC