Índice de Confiança do Empresário Industrial Piauiense permanece em patamar de otimismo.

Publicada em 16 de Abril de 2018 às 13h19 Versão para impressão


O empresário industrial piauiense inicia 2018 com otimismo, conforme aponta o Índice de Confiança do Empresário Industrial Piauiense (ICEI-PI), que atingiu o pico de 58,7 pontos de confiança e expectativas positivas com a economia brasileira em janeiro. Em março registrou um leve decréscimo de 4,1 pontos em comparação ao mês de janeiro, porém esse indicador ainda se encontra no patamar do otimismo (indicador médio acima de 50 pontos). Confira na tabela abaixo os resultados do primeiro trimestre de 2018.

» Siga-nos no Twitter



Com relação ao índice de produção industrial piauiense o indicador chegou a 49,1 pontos, indicando recuperação da atividade em relação aos meses anteriores. Contudo em fevereiro, mês do carnaval, ocorreu uma retração na produção chegando a 37,5 pontos. O índice de Utilização da Capacidade Instalada (UCI efetiva/usual) se manteve estável na passagem mensal, com a um pontuação levemente declinada em fevereiro (35,1 pontos). Em fevereiro, os índices de estoques de produtos finais e de nível de estoque efetivo planejado tiveram queda em relação ao mês anterior. Enquanto o primeiro saiu de 46,3 para 40 pontos, o segundo caiu de 41 para 39,1 pontos, ambos abaixo da linha dos 50,0 pontos. Por fim, no que confere ao número de empregados o desempenho se manteve equilibrado na passagem mensal. Entre janeiro e fevereiro, o indicador variou de 0,4 pontos.

Em relação aos indicadores referentes às expectativas para os próximos seis meses, destacamos dois pontos indicados pelos empresários industriais piauienses, investimentos (65,1 pontos) e demanda por produção (68,9), que sinalizam otimismo na indústria piauiense. O indicador número de empregados aumentou de 48 pontos em janeiro para 55 pontos registrados em fevereiro. Contudo, no que se refere aos componentes compra de matérias-primas e quantidade exportada recuaram de 55 e 75 pontos para 48,7 e 65 pontos respectivamente no período. O empresário industrial piauiense inicia 2018 com otimismo, conforme aponta o Índice de Confiança do Empresário Industrial Piauiense (ICEI-PI), que atingiu o pico de 58,7 pontos de confiança e expectativas positivas com a economia brasileira em janeiro. Em março registrou um leve decréscimo de 4,1 pontos em comparação ao mês de janeiro, porém esse indicador ainda se encontra no patamar do otimismo (indicador médio acima de 50 pontos). Confira na tabela abaixo os resultados do primeiro trimestre de 2018.

Com relação ao índice de produção industrial piauiense o indicador chegou a 49,1 pontos, indicando recuperação da atividade em relação aos meses anteriores. Contudo em fevereiro, mês do carnaval, ocorreu uma retração na produção chegando a 37,5 pontos. O índice de Utilização da Capacidade Instalada (UCI efetiva/usual) se manteve estável na passagem mensal, com a um pontuação levemente declinada em fevereiro (35,1 pontos). Em fevereiro, os índices de estoques de produtos finais e de nível de estoque efetivo planejado tiveram queda em relação ao mês anterior. Enquanto o primeiro saiu de 46,3 para 40 pontos, o segundo caiu de 41 para 39,1 pontos, ambos abaixo da linha dos 50,0 pontos. Por fim, no que confere ao número de empregados o desempenho se manteve equilibrado na passagem mensal. Entre janeiro e fevereiro, o indicador variou de 0,4 pontos.






Em relação aos indicadores referentes às expectativas para os próximos seis meses, destacamos dois pontos indicados pelos empresários industriais piauienses, investimentos (65,1 pontos) e demanda por produção (68,9), que sinalizam otimismo na indústria piauiense. O indicador número de empregados aumentou de 48 pontos em janeiro para 55 pontos registrados em fevereiro. Contudo, no que se refere aos componentes compra de matérias-primas e quantidade exportada recuaram de 55 e 75 pontos para 48,7 e 65 pontos respectivamente no período.O empresário industrial piauiense inicia 2018 com otimismo, conforme aponta o Índice de Confiança do Empresário Industrial Piauiense (ICEI-PI), que atingiu o pico de 58,7 pontos de confiança e expectativas positivas com a economia brasileira em janeiro. Em março registrou um leve decréscimo de 4,1 pontos em comparação ao mês de janeiro, porém esse indicador ainda se encontra no patamar do otimismo (indicador médio acima de 50 pontos). Confira na tabela abaixo os resultados do primeiro trimestre de 2018.

Com relação ao índice de produção industrial piauiense o indicador chegou a 49,1 pontos, indicando recuperação da atividade em relação aos meses anteriores. Contudo em fevereiro, mês do carnaval, ocorreu uma retração na produção chegando a 37,5 pontos. O índice de Utilização da Capacidade Instalada (UCI efetiva/usual) se manteve estável na passagem mensal, com a um pontuação levemente declinada em fevereiro (35,1 pontos). Em fevereiro, os índices de estoques de produtos finais e de nível de estoque efetivo planejado tiveram queda em relação ao mês anterior. Enquanto o primeiro saiu de 46,3 para 40 pontos, o segundo caiu de 41 para 39,1 pontos, ambos abaixo da linha dos 50,0 pontos. Por fim, no que confere ao número de empregados o desempenho se manteve equilibrado na passagem mensal. Entre janeiro e fevereiro, o indicador variou de 0,4 pontos.

Em relação aos indicadores referentes às expectativas para os próximos seis meses, destacamos dois pontos indicados pelos empresários industriais piauienses, investimentos (65,1 pontos) e demanda por produção (68,9), que sinalizam otimismo na indústria piauiense. O indicador número de empregados aumentou de 48 pontos em janeiro para 55 pontos registrados em fevereiro. Contudo, no que se refere aos componentes compra de matérias-primas e quantidade exportada recuaram de 55 e 75 pontos para 48,7 e 65 pontos respectivamente no período. A sondagem Industrial é realizada pela diretoria de Assuntos Econômicos da Federação das Indústrias do Estado do Piauí FIEPI, por meio do Instituto Euvaldo Lodi, entidade pertencente à instituição industrial.






Antônio de Almendra Freitas Neto

Diretor de Assuntos Econômicos da FIEPI

Danilo Camuri/Thiago Cronemberger

Instituto Euvaldo Lodi - Piauí
Fonte: FIEPI  |  Edição: Claudete Miranda

Veja também

Comentários (0)

  • Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro.

Comentário

Comente

adsense
Publicidade FIEPI
Publicidade FSA
Publicidade OZONTEC
Publicidade PUBLICIDADE
Publicidade Assembléia Legislativa (ALEPI)