Justiça decide que Caio Castro tem de pagar multa de R$ 560 mil a empresa de relógios.

Publicada em 12 de Junho de 2015 às 22h24 Versão para impressão

 No ar como Grego, em "I love Paraisópolis", Caio Castro foi condenado pela 1ª Vara Cível do fórum da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, a pagar uma multa de R$ 560 mil à marca de relógios Technos, por inadimplência contratual. De acordo com a decisão do juiz Arthur Eduardo Magalhães Ferreira, ele ainda terá de ressarcir a empresa por danos materiais, ainda a serem calculados pela Justiça. A sentença foi publicada no Diário Ofiaicial no último dia 20, mas cabe recurso na segunda instância.

» Siga-nos no Twitter

De acordo com a empresa de relógios, Caio foi contratado como embaixador da marca e teria uma linha de produtos (relógios e óculos escuros) com o seu nome. Porém, o ator - que já havia sido garoto-propaganda da Technos anteriormente - nunca apareceu para fazer fotos da campanha nem para gravar os vídeos comerciais. Segundo a empresa, Caio alegava sempre um compromisso ou contratempo para faltar às sessões de fotos.

Além de ter descumprido o contrato, a empresa alega que chegou a produzir um primeiro lote de produtos com o nome do ator que ficou retido na fábrica - daí a cobrança de danos materiais.

Procurado pelo site, o pai do ator, Vitor Castanheira, afirmou que não tem conhecimento do processo e que Caio não se pronunciaria sobre o assunto.
Fonte: globo  |  Edição: Da Redação

Veja também

Comentários (0)

  • Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro.

Comentário

Comente

adsense
Publicidade FSA
Publicidade FIEPI
Publicidade OZONTEC
Publicidade Assembléia Legislativa (ALEPI)
Publicidade PUBLICIDADE