Marina propõe poupança de R$ 3,7 mil para estimular jovem de baixa renda a concluir ensino médio.

Publicada em 28 de Setembro de 2018 às 07h22 Versão para impressão

A candidata da Rede à Presidência da República, Marina Silva, visitou nesta quinta-feira (27) um centro de atendimento a crianças e adolescentes na Zona Sul de Teresina, capital do Piauí. Em discurso, a presidenciável disse que se eleita criará um programa de poupança de R$ 3,7 mil para estimular o jovem de baixa renda a concluir o ensino médio.

» Siga-nos no Twitter

O Centro Integrado da Criança e do Adolescente Cordeiro do Reino (Cincacre), localizado na Vila Irmã Dulce, atende a pessoas com idades entre 0 e 17 anos.

Além de funcionar como uma escola, o local oferece cursos de judô, balé e canto. No centro, antes de discursar, Marina tirou fotos com crianças e também viu uma exposição de artesanato produzido por mulheres da região.

"Você entra no ensino médio, no primeiro ano, você recebe um depósito na sua poupança. Se você passar, no segundo ano, aumenta mais R$ 200; no terceiro ano, você vai aumentar mais a sua poupança. E, se você passar, quando concluir o ensino médio, você tem uma poupança de R$ 3,7 mil", declarou a candidata.

"Vai R$ 200 bilhões para a corrupção [no país]. Com esse dinheiro, a gente pode pagar uma bolsa para que os jovens não saiam da escola. Estou aqui para anunciar, em primeira mão, o Programa Renda Jovem, dos jovens de 15 a 19 anos, que são do Bolsa Família, crianças pobres que saem da escola, às vezes, para trabalhar porque não têm uma perspectiva de vida". acrescentou Marina.

Marina afirmou que, com o dinheiro, o beneficiário poderá continuar os estudos ou, então, abrir um "pequeno negócio".

Nesta quinta, Marina também visitou um conjunto habitacional na Zona Sul de Teresina e a Associação dos Moradores da Vila Jerusalém.

Outras propostas
No pronunciamento, a candidata também falou sobre outras ações que se eleita pretende colocar em prática.

Ela voltou a prometer mais de dois milhões de novas vagas em creches e também investimentos em energia solar para gerar empregos.

"O sol que, às vezes, nos castiga no agreste nordestino, agora, pode ser uma fonte de geração de empregos", disse.

Em discurso durante visita à Associação dos Moradores da Vila Jerusalém, Marina prometeu a construção de postos de saúde nas comunidades, com remédios e com médicos de saúde da família.

Ela também disse que incentivará o turismo nas comunidades.

Fonte: globo  |  Edição: Da Redação

Veja também

Comentários (0)

  • Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro.

Comentário

Comente

adsense
Publicidade PUBLICIDADE
Publicidade Assembléia Legislativa (ALEPI)
Publicidade FSA
Publicidade FIEPI
Publicidade OZONTEC