MP-PI solicita planilha com gastos e lucros de empresas de ônibus.

Publicada em 07 de Janeiro de 2016 às 23h24 Versão para impressão

Quem foi aos postos de recarga de créditos do transporte público de Teresina já teve que pagar mais caro, os R$ 2,75 autorizados pelo prefeito Firmino Filho, na quarta-feira (6). O Ministério Público do Estado do Piauí quer saber através de custos, gastos e lucros das empresas se o reajuste é compatível ao serviço oferecido pelo sistema.
O Ministério Público está de olho no reajuste das passagens de ônibus da capital. O órgão solicitou e aguarda um relatório da Prefeitura de Teresina com relação de custos, gastos e lucros das empresas que exploram o serviço.

» Siga-nos no Twitter

“Quando a Prefeitura desconsidera os valores propostos pela Superintendência de Transporte e Trânsito de Teresina (Strans) de acordo com a planilha, ela, implicitamente, reconhece os argumentos do Minsitério Público feito ao longo destes anos. E reconhece ainda que o sistema pode operar com um valor menor daquilo que estabelecido na planilha”, argumentou o promotor Fernando Santos.
Os principais afetados são as famílias que recebem até um salário mínimo. Como a da dona de casa Cristina de Sousa, que só tem visto a filha aos finais de semana, pois não tem dinheiro suficiente para pagar passagens de ônibus. A filha mora com avó, próximo à creche onde estuda.
“Dinheiro está difícil. Se antes a gente dava um jeito de conseguir o dinheiro da passagem, mas agora nem isso não tem condição”, afirmou Cristina.
De acordo com a planilha elaborada pelo Conselho de Transporte Coletivo da capital solicitava que a passagem de ônibus em Teresina fosse de R$ 2,83 e meia-passagem R$ 1,18. O prefeito Firmino Filho autorizou o reajuste de R$ 2,50 para R$ 2,75 e congelou a meia-passagem em R$ 1,05.
Fonte: globo  |  Edição: Da Redação

Veja também

Comentários (0)

  • Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro.

Comentário

Comente

adsense
Publicidade Assembléia Legislativa (ALEPI)
Publicidade FSA
Publicidade Claudete Miranda Store