Você está navegando por: Notícias Piauí
Assine o nosso Feed de Piauí

Polícia apura a origem do tiro que atingiu mulher durante assalto a posto em Teresina.

Publicada em 06 de Dezembro de 2018 às 10h01 Versão para impressão

A Polícia Militar abriu um inquérito administrativo para apurar a origem da bala que atingiu uma mulher durante troca de tiros com assaltantes em um posto de combustível, na Avenida Barão de Castelo Branco, Zona Sul de Teresina. A vítima Jaqueline Lincas Martineli passou por cirurgia e o seu estado de saúde é estável.

» Siga-nos no Twitter

“Estamos em investigação para saber se o tiro partiu dos policiais ou se foi dos assaltantes, inclusive já foi aberto um inquérito para apurar. As armas dos policiais foram recolhidas para perícia, assim como também o revólver que foi apreendido com os suspeitos”, disse o major Nilmarcos Pessoa, comandante do Batalhão de Rondas ostensivas de Natureza Especial (BPRone).

Ainda conforme o major, os policiais atiraram em direção aos suspeitos e não contra a vítima. “Ela não estava sendo refém deles e sim estava saindo do posto com a filha. Eu não sei como que a mulher entrou no ângulo dos tiros, porque os policiais atiraram contra os dois e não na direção dela. Então, somente a investigação para esclarecer o fato”, concluiu.

Prisão

Os dois suspeitos foram identificados como Filipe Silva da Costa e Marcos de Sousa Abreu. Segundo a polícia, os homens já tinham antecedentes criminais e com eles apreenderam uma moto, um revólver 38, R$ 3.949, dois colares, dois aparelhos celulares e uma moto.

“Eles já têm passagens por crimes de furto, roubo e porte ilegal de arma de fogo. E agora vão responder por mais um roubo. Foi apreendido com eles, uma moto e que será investigado se são deles ou não”, disse a delegada Ana Luiza, coordenadora da Central de Flagrantes de Teresina.

Estado de saúde da vítima
Jaqueline Lincas deu entrada no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) ainda na noite dessa terça-feira (4). Segundo a direção da unidade, o tiro atingiu o abdômen, tórax e o fígado da mulher, que passou por uma drenagem abdominal e seu quadro de saúde é estável.

"Ela passa bem, mas não tem previsão de alta", informou a direção. Ainda de acordo com o HUT, não há informações se a vítima terá possíveis sequelas sem antes receber alta hospitalar.
Fonte: globo  |  Edição: Da Redação

Veja também

Comentários (0)

  • Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro.

Comentário

Comente

adsense
Publicidade Assembléia Legislativa (ALEPI)
Publicidade FIEPI
Publicidade OZONTEC
Publicidade FSA
Publicidade PUBLICIDADE