Protestos contra Bolsonaro ocorrem em 26 estados e DF; atos a favor, em 16

Publicada em 30 de Setembro de 2018 às 11h01 Versão para impressão

Manifestantes em todos os estados e no Distrito Federal foram às ruas em atos contra o candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) neste sábado (29). O movimento, chamado de #EleNão, foi convocado pelas redes sociais, com o apoio de artistas, durante o mês de setembro. Ao todo, foram 114 cidades com atos contrários.

» Siga-nos no Twitter

Em resposta ao movimento, apoiadores de Bolsonaro também se reuniram em atos pelo Brasil para demonstrar apoio ao presidenciável. 40 cidades em 16 estados tiveram atos a favor de Bolsonaro.

No Rio de Janeiro, manifestantes contrários ao candidato se reuniram na Cinelândia, no Centro, no início da tarde. Inicialmente, a concentração foi em frente ao Cine Odeon.

Às 17h, parte dos manifestantes deixou a Cinelândia e seguiu em passeata por ruas do Centro do Rio. O ato foi encerrado por volta das 21h. Não há estimativa de público.

Os apoiadores de Bolsonaro se concentravam na Avenida Atlântica, em Copacabana, Zona Sul do Rio, na altura do Posto 5. A Polícia Militar acompanhou a manifestação.

Às 18h50, o Centro de Operações do Rio informou que as pistas, que estavam ocupadas desde as 14h pelos manifestantes, foram liberadas.

São Paulo
Em São Paulo, os manifestantes começaram a se reunir no Largo da Batata, na Zona Oeste, por volta das 14h30 no ato "Mulheres contra Bolsonaro".

O evento também contou com o apoio de partidos e movimentos de esquerda. Artistas se apresentaram em um caminhão de som, e barracas vendiam camisetas com a hashtag #EleNão.

A expressão também estava em bandeiras acompanhada de palavras de ordem como “ditadura nunca mais”, contra o machismo, o racismo e a exploração.

Por volta das 18h, o grupo começou a caminhar. A pista da Avenida Rebouças, sentido Paulista, chegou a ficar completamente interditada.

Os manifestantes chegaram à Avenida Paulista pouco antes das 20h e por volta das 20h40 os organizadores declararam o fim do ato e pediram para que o público se dispersasse pacificamente.

Os organizadores estimam que o ato tenha reunido 500 mil pessoas. A Polícia Militar diz que não vai estimar o número de pessoas participantes.

Os manifestantes paulistanos a favor do candidato do PSL começaram a se reunir por volta das 10h em frente ao Estádio do Pacaembu, na Zona Oeste de São Paulo. Eles planejavam sair em carreata pela Zona Norte e chegar até o Parque do Ibirapuera, na Zona Sul. Não houve estimativa de participantes.

Protestos pela manhã e no exterior
Durante a manhã, manifestações contra e a favor o candidato ocorreram em 40 cidades de 12 estados brasileiros.

No exterior, cidades, como Nova York, Londres, Lisboa, Barcelona e Cidade do México, também tiveram manifestações contra Jair Bolsonaro, de maior ou menor proporção.

Onde houve manifestações
Veja abaixo como foram os atos pelos estados do Brasil nesta tarde:

ACRE
RIO BRANCO
A favor de Bolsonaro: O ato começou às 16h17 no horário local (19h17 no horário de Brasília) na entrada do bairro Universitário e seguiu pelas ruas da capital até a Arena da Floresta. Não há uma estimativa do número de participantes.

Contra Bolsonaro: O ato ocorreu durante a tarde no Canal da Maternidade, em frente ao Terminal Urbano de Rio Branco. O ato começou às 16h20 no horário local (18h20 no horário de Brasília). A organização estimou um público de mil pessoas, e a Polícia Militar diz que são de 500 a 800 pessoas presentes no ato. A manifestação acabou às 19h horário do Acre (21h no horário de Brasília).

ALAGOAS
MACEIÓ
Contra Bolsonaro: A manifestação reuniu milhares pessoas na orla de Maceió. Pessoas independentes e integrantes de movimentos políticos, sociais e sindicais com faixas e cartazes iniciaram uma caminhada às 16h, da Praça Gogó da Ema, na Ponta Verde, até o Posto 7, na Jatiúca. A organização do movimento diz que 20 mil pessoas participam do ato. A Polícia Militar não divulgou a estimativa de participantes.

Fonte: globo  |  Edição: Da Redação

Veja também

Comentários (0)

  • Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro.

Comentário

Comente

adsense
Publicidade Assembléia Legislativa (ALEPI)
Publicidade OZONTEC
Publicidade FIEPI
Publicidade PUBLICIDADE
Publicidade FSA