Você está navegando por: Notícias Piauí
Assine o nosso Feed de Piauí

Taxistas impedem saída de motorista de Uber na rodoviária e PM é acionada.

Publicada em 05 de Fevereiro de 2017 às 00h24 Versão para impressão

Mais uma confusão entre taxistas e motorista do Uber foi registrada na manhã deste sábado (4), desta vez na rodoviária de Teresina, na Zona Sul da cidade. Segundo a Polícia Militar, o novo conflito começou depois que o condutor do aplicativo foi fechado e impedido de seguir viagem pelos outros profissionais.
O motorista do Uber Rony Ferreira relatou ao G1, que estava atendendo ao chamado de uma passageira na rodoviária, quando os taxistas identificaram que a mulher utilizou o aplicativo para pedir o serviço. Ao chegar ao local, ele contou ter sido cercado por vários carros e impedido de sair.

» Siga-nos no Twitter

"Os taxistas chegaram intimidando, me xingando, mas eu não respondi. Um deles até se alterou e bateu no porta-mala do meu carro, só que os próprios colegas não concordaram com a atitude. A confusão chamou a atenção de populares, que ficaram do meu lado e ajudaram a acionar a polícia", disse.
Rony Ferreira lamentou a situação e disse que se sentiu coagido, enquanto a passageira ficou com medo de entrar no carro, com receio de ser agredida. Depois de alguns minutos, policiais do 6º Batalhão chegaram ao local e conseguiram resolver o problema.
"Essa é situação que somente o prefeito e os órgãos de trânsito podem resolver. As autoridades precisam se atualizar e entender que o aplicativo só veio ajudar, principalmente porque temos tantas pessoas desempregadas como eu e trabalhar como motorista do Uber é uma maneira de ter o meu sustento. Não queremos tomar a clientela de ninguém, até porque o nosso público é diferente do que usa táxi. A maioria das pessoas que pedem o serviço usa cartão de crédito", comentou o motorista, que aguarda a plataforma enviar um advogado para registrar o boletim de ocorrência.
O G1 entrou em contato com o presidente da Associação dos Taxistas, Pedro Ferreira, mas não obteve retorno. Esta é a segunda vez que a polícia é acionada para conter conflito entre as categorias.
O uso do serviço já foi tema de sessão na Câmara Municipal de Teresina e de manifestações de taxistas e mototaxistas, que foram as ruas reclamarem da chegada do aplicativo, já que para eles o Uber trabalha irregularmente por não pagar impostos. O prefeito Firmino Filho assegurou às categorias que a prefeitura agirá de acordo com a lei, fiscalizando as irregularidades.
O Uber é um serviço semelhante ao de táxi, acionado por meio de um aplicativo para celulares, com preços bem abaixo dos praticados pelo mercado de transportes individuais, regulamentados e taxados pelo Poder Público municipal.
Fonte: globo  |  Edição: Claudete Miranda

Veja também

Comentários (0)

  • Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro.

Comentário

Comente

adsense
Publicidade Assembléia Legislativa (ALEPI)
Publicidade FSA
Publicidade OZONTEC
Publicidade PUBLICIDADE
Publicidade FIEPI