Você está navegando por: Notícias Saúde
Assine o nosso Feed de Saúde

Médicos intensivistas do HUT pedem demissão coletiva

Publicada em 22 de Agosto de 2011 às 10h23 Versão para impressão

Os médicos intensivistas do Hospital de Urgências de Teresina protocolarão pedido de demissão coletiva hoje (22) na prefeitura. São 22 profissionais que denunciam condições "vexatórias" de trabalho no hospital. Segundo o ex-presidente do Sindicato dos Médicos, Leonardo Eulálio, os profissionais denunciam falta de respiradores e monitores.

» Siga-nos no Twitter

Em entrevista ao Notícia da Manhã, Leonardo Eulálio afirmou que os médicos estão tendo que escolher os pacientes que serão atendidos. "Os médicos estão tendo que escolher e estamos sendo punidos pela sociedade por isso. Pessoas estão morrendo no HUT diariamente. O Ministério Público fez audiência, mas os gestores não compareceram e foi remarcada para essa semana", explicou.

O médico afirmou também que os parlamentares que fizeram visitas ao hospital para ver o atendimento, são conhecedores do problema e considera deboche. "Os parlamentares são sabedores da situação e vão fazer visita, acho que em tom de deboche. Alguns são ex-gestores", declarou.

Leonardo Eulálio pediu também que o Ministério Público Estadual interfira na situação e atue com mais rigor.

Fonte: CidadeVerde  |  Edição: Piauí em Pauta

Veja também

Comentários (0)

  • Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro.

Comentário

Comente

adsense
Publicidade FSA
Publicidade PUBLICIDADE
Publicidade FIEPI
Publicidade Assembléia Legislativa (ALEPI)
Publicidade OZONTEC