Você está navegando por: Notícias Geral
Assine o nosso Feed de Geral

Startups aproveitam Copa para promover aplicativos e serviços

Publicada em 12 de Maio de 2014 às 08h50 Versão para impressão

Imagem: ReproduçãoClique para ampliarA um mês do pontapé inicial,todos os olhos se voltam à Copa do Mundo. O evento, que já mobiliza diversos setores em todo o Brasil, desta vez não será acompanhado apenas pela TV ou pelo computador. O avanço da mobilidade e o boom de aplicativos nos últimos anos cravam a promessa: será a Copa do celular. O Mundial deste ano será o primeiro em que smartphones superam a venda de celulares comuns no Brasil. O País espera receber 600 mil estrangeiros e mais de 3 milhões de turistas brasileiros nas cidades-sede. De olho nesse mercado, empresas de tecnologia apostam em aplicativos e serviços que facilitem a vida tanto de turistas quanto de moradores locais. Eles transformam o telefone em guia turístico, medidor de sinal de internet ou até em tradutor. saiba mais Encurtador bitly é invadido e pede para usuários trocarem senha Melhores aplicativos para aprender inglês Tinder e LinkedIn juntos: conheça o app LinkedUp Aplicativo rival do WhatsApp transforma fotos do usuário em emoticons App do governo diz se pessoa é procurada pela polícia Leia mais sobre Aplicativos “Na Copa, os usuários podem não só acompanhar o conteúdo e os jogos, mas aproveitar toda a experiência: encontrar amigos, receber informação em tempo real e utilizar serviços de geolocalização – tudo ao alcance da mão”, diz Terence Reis, diretor de operações da Pontomobi, especializada em marketing móvel. Para o presidente do Sebrae Nacional, Luiz Barretto, as principais startups beneficiadas são as que investirem no setor de serviços. “Sistemas que facilitem a gestão e a comunicação para o melhor atendimento dos clientes terão uma forte presença.” Ciente da dificuldade de comunicação entre garçons e estrangeiros, o empresário paulista Rodolfo Parisi, de 29 anos, desenvolveu uma plataforma capaz de traduzir menus de bares e restaurantes para qualquer idioma – a iCode Cardápios Inteligentes. Com QR Codes, os turistas poderão ver no celular ou tablet a tradução do menu em segundos. “O serviço já está disponível em 27 estabelecimentos, em seis Estados. Até junho, a meta é estar em todas as sedes do torneio, em 300 bares e restaurantes”, estima o empresário, que já investiu cerca de R$ 30 mil em parceria com um sócio argentino. No Rio de Janeiro, quatro cariocas criaram o Razoom, site especializado em turismo de experiência, com apoio financeiro e operacional da aceleradora 21212. A ideia, segundo Aloisio Moraes, de 24 anos, é oferecer passeios fora do padrão, típicos de quem conhece bem a cidade, “como uma roda de samba, uma feijoada diferenciada”, explica. Os fundadores investiram cerca de R$ 5 mil na ideia.

» Siga-nos no Twitter

Palavras-chaves:
Fonte: Vooz  |  Edição:

Veja também

Comentários (0)

  • Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro.

Comentário

Comente

adsense
Publicidade Assembléia Legislativa (ALEPI)
Publicidade Claudete Miranda Store
Publicidade FSA