Você está navegando por: Notícias Esporte
Assine o nosso Feed de Esporte

Contrato do Inter com Guerrero prioriza

Publicada em 09 de Agosto de 2018 às 09h02 Versão para impressão

Acertado extraoficialmente com Paolo Guerrero para ser o novo reforço em 2018, o Inter aproveita para agir em outra ponta do negócio com o centroavante de 34 anos. O objetivo é prevenir-se de quaisquer contratempos que possam haver com a suspensão de 14 meses por doping ao peruano pelo Tribunal Arbitral do Esporte (TAS).

» Siga-nos no Twitter

Antes da Copa do Mundo, o jogador obteve efeito suspensivo junto à Justiça Federal da Suíça, onde o principal órgão jurídico do futebol é sediado. O TAS, que havia ampliado a pena do atleta de seis para 14 meses, inclusive divulgou comunicado no qual informava não se opor ao recurso impetrado pelo estafe de Guerrero.

Conforme apurou o GloboEsporte.com, o clube gaúcho tratou de costurar acordo com o atacante de 34 anos que privilegie uma espécie de quebra de contrato caso a justiça suíça derrube a liminar em vigor. Ou seja, se a punição for reativada, o vínculo de Guerrero com o Colorado pode ser encerrado por justa causa ou suspenso.

O trunfo do Inter também diz respeito a cláusulas de risco e produtividade. O centroavante terá metas de participação em jogos – neste ano, atuou apenas sete vezes pelo Flamengo, já que cumpriu os seis meses da pena por doping. Além disso, receberá luvas pela assinatura com os gaúchos a serem quitadas em parcelas que se somarão ao salário – os valores totais giram na casa dos R$ 800 mil mensais.

As altas cifras envolvidas no negócio só poderão ser cumpridas com o aporte do Grupo DIS, do empresário Delcir Sonda, que já ajudou o Colorado em outras contratações, como as de D’Alessandro e Nico López. A convicção vermelha está no fato de que o centroavante pode gerar ganho desportivo e também em projetos de marketing. É pública a dificuldade financeira pela qual vive o clube, com déficit de mais de R$ 60 milhões na temporada passada.

O clube gaúcho ainda não fez o anúncio oficial e nem confirmou a contratação. Deverá acontecer assim que o peruano encerrar o vínculo total com o Flamengo, cujo contrato expira nesta sexta-feira. Assim, Guerrero deve desembarcar em Porto Alegre no sábado para realizar exames médicos e ser apresentado.

Relembre o caso
Guerrero foi suspenso provisoriamente por 30 dias em novembro de 2017 após um exame antidoping realizado no confronto entre Argentina e Peru, pelas Eliminatórias da Copa, apontar presença da substância benzoilecgonina, principal metabólito da cocaína. O jogador e a defesa alegam que houve contaminação em um chá tomado no período da concentração.

Punido pela Fifa em um primeiro momento por um ano, o peruano conseguiu reduzir a pena para seis meses. Ele voltou a jogar em maio, apenas três dias após ser julgado em última instância pelo Tribunal Arbitral do Esporte (TAS), em Lausanne, na Suíça. Participou de três jogos do Flamengo, contra Inter, Ponte Preta e Chapecoense, antes de viajar com a seleção peruana para a Copa do Mundo.

Porém, em novo julgamento, o TAS ampliou a pena de Guerrero para 14 meses, o que deixaria o atacante fora do Mundial. Em 31 de maio, o Tribunal Federal da Suíça concedeu efeito suspensivo, e o jogador está liberado para atuar desde então.

PAOLO GUERRERO
Fonte: globo  |  Edição: Da Redação

Veja também

Comentários (0)

  • Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro.

Comentário

Comente

adsense
Publicidade PUBLICIDADE
Publicidade Assembléia Legislativa (ALEPI)
Publicidade OZONTEC
Publicidade FIEPI
Publicidade FSA